90 anos do voto feminino no Brasil: de Celina Guimarães Viana a Erika Hilton

Compreenda o contexto histórico deste direito das mulheres.

Informações

  • Local

    Curso online (ao vivo)

  • Data

    18 a 22 de julho de 2022 (segunda a sexta)

  • Horário

    19h às 22h (Carga Horária15h)

  • Palestrante

    Victor Varcelly e Vivyane Garbelini

  • Investimento

    R$460,00

Inscrição

Apresentação

Curso online (ao vivo) – Aulas em uma plataforma exclusiva com interação em tempo real.

Objetivos

Abordar criticamente a história e o estagio atual do exercício dos direitos políticos e civis pelas mulheres na sociedade brasileira pós redemocratização.

Público Alvo

Estudantes de Comunicação, de Direito. Estudantes de Ciências Humanas. Profissionais da área de comunicação com atuação em televisão, jornais, plataformas digitais e correlatos; influencers e público em geral com interesses na interface entre democracia, comunicação, direitos e movimentos feministas.

 

Victor Varcelly Professor de Ética e Legislação da Faculdade Cásper Líbero nos cursos de Jornalismo, Publicidade e Rádio e TV. Mestre em Comunicação pela FCL(2018) e advogado pela UFRN (2014). Pesquisa direito antidiscriminatório e comunicação com especial enfoque no exercício da cidadania em plataformas digitais. Vivyane Garbelini E jornalista e pesquisadora. Mestra em Comunicação pela Faculdade Casper Líbero (2017) e jornalista graduada pela mesma instituição(2011 ). Pesquisa feminismos, imprensa feminina e representações midiáticas de gênero. Tem experiência profissional em produção de conteúdo para internet e na área de educação.

Aula 01 Mulheres e direitos no Brasil: um panorama histórico Na primeira aula, haverá exposição de fatos históricos e apresentação determos-chave para a compreensão do conteúdo do presente curso. Nesse momento, o foco está nos processos históricos. Primeiramente, refletiremos sobre a importância da História, questionaremos a parcialidade da historiografia e apontaremos para o apagamento das mulheres na escrita do passado da humanidade. Depois, iremos expor fatos e datas relevantes para o tema do curso, entrelaçando os históricos do Direito, do Feminismo e da Comunicação Social -notadamente o Jornalismo. Tal cronologia servirá de base para a reflexão sobre o passado e sobre o presente da sociedade brasileira, com enfoque nos direitos das mulheres. Por fim, explicaremos termos e conceitos fundamentais para o debate em sala de aula, construindo assim uma espécie de glossário crítico, que visa a criar uma base teórica comum para todas as pessoas participantes. Proposta de atividade coletiva: realizar uma “linha do tempo” com os principais fatos apresentados, buscando um olhar interseccional. Aqui, buscaremos uma edição comprometida das informações apresentadas. Pensaremos: Quais parecem ser os fatos mais marcantes? Qual combinação nos ajuda a olhar para o passado de maneira interseccional? Aula 02 Em busca de voz e de voto: uma história de mulheres 1

Na segunda aula, apresentaremos as mulheres e os homens responsáveis pela instituição do voto feminino no Brasil, as pioneiras na política institucional e outras pessoas fundamentais na construção/manutenção dos direitos das mulheres - e também de pessoas LGBT +. Nesse momento, o foco está nas personagens da História. Primeiramente, conheceremos Leolinda de Figueiredo Daltro, Bertha Lutz, Nísia Floresta, Francisca Senhorinha Motta Diniz, Carlota Pereira de Queirós e
Alzira Sariano. Depois, alguns nomes que foram importantes durante o fechamento democrático da Era Vargas (1937), seguido dos chamados “anos dourados”. Seguiremos comentando brevemente sobre o período da ditadura militar(1964-1985). Por fim, sobre o processo de redemocratização (1988) e os anos subsequentes (1989-2001 ). Aqui temos nomes como Ellen Gracie Northfleet e Ruth Cardoso. Proposta de atividade coletiva: Escrita de pequenos textos no modelo perfil (talvez tipo “raio x”).
Aula 03
Em busca de voz e de voto: uma história de mulheres li
Na terceira aula, discutiremos sobre o panorama contemporâneo, contextualizando os processos históricos, porém enfocando nas personagens da História. Quais direitos políticos e quais direitos civis foram conquistados nesses últimos anos? Quais são as ameaças a tais conquistas? Primeiro, lembraremos os anos2002-2011. Depois, os anos de Governo Dilma (2012-2016).Durante os governos federais do Partido dos Trabalhadores (PT), foram sancionadas: Lei Maria da Penha, Lei do Feminicídio, Lei das Cotas e Lei 10.639 de2003 - que tornava obrigatório o ensino de História e Cultura Afro-Brasileira nas escolas de ensino fundamental. No mesmo período, também ocorreu a aprovação da chamada “PEC das domésticas”, que garantia direitos às trabalhadoras domésticas. Por fim, refletiremos sobre o Golpe de 2016 e os acontecimentos políticos do governo de Michel Temer, seguido do governo de Jair Bolsonaro (2019-2022).Proposta de atividade coletiva: Escrita de pequenos textos sobre as leis.
Aula 04
Mulheres, direito e imagem
Na quarta aula, o enfoque estará na imagem midiática. De que maneira as mulheres na política foram e são representadas midiaticamente? Partiremos dessa pergunta para investigar produções em ilustração, fotografia, filme, vídeo, colagem e montagem. Proposta de atividade coletiva: Pensando com imagens. Seleção de imagens para: parte a) histórico em imagens e parte b) panorama atual. Alzira Sariano. Depois, alguns nomes que foram importantes durante o fechamento democrático da Era Vargas (1937), seguido dos chamados “anos dourados”. Seguiremos comentando brevemente sobre o período da ditadura militar(1964-1985). Por fim, sobre o processo de redemocratização (1988) e os anos subsequentes (1989-2001 ). Aqui temos nomes como Ellen Gracie Northfleet e RuthCardoso. Proposta de atividade coletiva: Escrita de pequenos textos no modelo perfil (talvez tipo “raio x”).
Aula 05 
Entrelaçando e reverberando aprendizados
Na quinta e última aula, faremos uma revisão do conteúdo apresentado, complementando com informações pertinentes e indicando fontes de pesquisa confiáveis. Depois, teremos um momento para retirada de possíveis dúvidas pontuais. Então, faremos um balanço das aulas, abrindo para aprofundamento de questões. Por fim, haverá o fechamento de nosso produto editorial. Proposta de atividade coletiva: Fechamento do produto editorial experimental. Escolha do nome, escrita do expediente, leitura coletiva do editorial e da coluna.

Pessoa física Boleto - Parcela única e 5 dias úteis para vencimento. Cartão de Crédito - À vista ou Parcelado (em até 3x, com parcelas de valor mínimo em R$ 200,00). Alunos, ex-alunos e funcionários da Fundação Cásper Líbero têm 10% desconto, (apenas inscrições via Pessoa Física). Pessoa jurídica No caso de pagamento via Pessoa Jurídica, o próprio responsável financeiro deve conduzir o cadastro, inserindo os dados da empresa, para que a nota fiscal seja emitida via PJ, dentro do prazo legal, ou seja, respeitando o fato o gerador, (efetiva prestação de serviços). Boleto – Parcela única e 5 dias úteis para vencimento. Cartão de Crédito Corporativo - À vista ou Parcelado (em até 3x, com parcelas mínimas de R$ 200,00).

I. A quantidade de vagas disponíveis é controlada de acordo com o número de inscrições pagas. II. A inscrição estará devidamente aceita após a confirmação do pagamento até o início do curso. Para matrícula via boleto bancário o pagamento do boleto deverá ser realizado em até 2 dias úteis antes do início do curso. III. A confirmação de vaga ocorrerá via e-mail a ser enviado pelo Centro de Eventos Cásper Líbero. IV. Caso o participante efetue o pagamento após o preenchimento das vagas, terá o reembolso de 100% do valor pago. IV. O horário do curso deverá ser seguido rigorosamente. O aluno só poderá faltar em 25% das aulas, ou não receberá o certificado. V. O curso poderá ser cancelado pela Instituição por falta de quórum com até 48 horas de antecedência da data prevista para seu início. VI. A Faculdade Cásper Líbero não se responsabiliza por custos extras do aluno, como por exemplo hospedagem, passagem, combustível, estacionamento e alimentação. VII. Os reembolsos seguirão os seguintes procedimentos: - Desistência do aluno, no prazo de 7 dias contados da data de contratação e que não tenha utilizado o serviço: ressarcimento de 100% do valor pago. - Desistência do aluno, antes do início do curso: ressarcimento de 100% do valor pago. - Desistência do aluno, com até 50% de aulas transcorridas: ressarcimento de 50% do valor pago. - Desistência do aluno, após o início do curso e depois de transcorridos mais de 50% das aulas: não haverá ressarcimento do valor pago. - Desistência pela Instituição por falta de quórum na turma: ressarcimento de 100% do valor pago. VIII. Os reembolsos referentes a pagamento via boleto terão o prazo de 15 dias úteis (crédito em conta bancária do contratante, a contar do envio dos dados bancários) para serem realizados. Os reembolsos referentes a pagamento via cartão de crédito terão o prazo de 15 dias úteis para estorno na fatura do cliente. Em ambos os casos, devem ser solicitados pelo e-mail [email protected] com.br

Baixar manual em PDF

Compartilhe