Roteiro para TV – Formatos Não Ficção

Desenvolva roteiros audiovisuais com foco em TV

Informações

  • Local

    Faculdade Cásper Líbero

  • Data

    20 a 23 de janeiro de 2020 (segunda a quinta)

  • Horário

    18h30 às 22h30 (carga horária 16 horas)

  • Palestrante

    Fagner Tavares

  • Investimento

    R$500,00

Inscrição

Apresentação

Objetivos

Levar ao aluno e aos profissionais do audiovisual a vivência de um departamento de criação e roteiro de um canal de TV, passando técnicas e compartilhando materiais e experiências usados nas emissoras, além de analisar os formatos audiovisuais de grande sucesso no Brasil e no mundo com o foco no roteiro e no planejamento da construção criativa.

Público Alvo

Formandos em comunicação social, rádio e TV, cinema, roteiristas e pessoas interessadas em ingressar na área.

  • Observação: esse curso é importante não só para os roteiristas, afinal, para saber produzir é preciso decupar roteiros e para saber dirigir é preciso entender as técnicas de roteiro, ou seja, serve como conhecimento complementar para outras aspirações no audiovisual.

Fagner Tavares

Com 15 anos de carreira, Fagner Tavares criou o seu primeiro formato para a TV em 2002 e de lá pra cá nunca mais parou... Estima-se que já tenha escrito mais de 20 mil folhas de roteiro ao longo de sua trajetória na televisão. Formado em Rádio e TV é um dos maiores criadores de formatos de TV não-ficcional do Brasil com mais de 150 formatos. Em 2010, funda a própria produtora de conteúdo: FEAP CONTENT. Em 2012, se torna um dos principais roteiristas da RedeTV!, roteirizando mais de 350 programas de Luciana Gimenez, além de participar do XFC, Direito de Viver e Encrenca! Em 2016, Fagner se transfere para o SBT como roteirista do programa Eliana, roteirizando pautas e quadros de reality-show, game-show e outros gêneros. Em 2017, se torna chefe de redação e responsável pelo conteúdo do reality de turismo Tô de Férias, se tornando uma das maiores audiências da manhã do SBT aos domingos e do canal norte-americano SONY às sextas. É membro da Associação Brasileira dos Autores-roteiristas – ABRA. Em 2018 Fagner passa a ministrar cursos de roteiro compartilhando seus conhecimentos com os alunos.

Importante - Caso haja imprevistos na agenda do professor e a turma esteja confirmada (atinja o número mínimo de matriculados), a Instituição garante a prestação do serviço na agenda proposta com substituição docente trazendo profissional de mesma qualificação.

Aula 1: O QUE SABER ANTES DE ROTEIRIZAR

O MERCADO DE ROTEIRISTA DE NÃO FICÇÃO NA TV:
  • qual a função de um autor-roteirista
  • quais as tarefas de um autor-roteirista
  • quantos % dos programas na TV são de variedades (não ficção)?
  • a diferença de um roteirista de variedades (não ficção / factual), de dramaturgia (ficção) e jornalismo/esporte (factual)
  • qual o salário de um roteirista?
  • tem vagas no mercado?
  • ser CLT ou PJ. Quais as vantagens e desvantagens de cada um?
  • como se oferecer a uma vaga no mercado?
O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE ESCREVER UM ROTEIRO DE VARIDADES NÃO FICÇÃO:
  • o que é categoria, gênero e formato televisivos?
  • público-alvo e público residual
  • tempo de arte e programação
  • o que a grade de programação muda no meu roteiro?
  • brainstorming: planejamento da ideia para roteirização
  • o que é plot?
OS NÚMEROS DO IBOPE PODEM MUDAM O SEU ROTEIRO:
  • o que é o IBOPE?
  • como se mede a audiência?
  • o que é peoplemeter?
  • o que é estudo de qualificação da audiência?
  • o que é rating e share?
MODELOS DE ROTEIRO:
  • roteiro corrido
  • roteiro em 2 colunas
  • roteiro em 3 colunas
  • roteiro em 5 colunas

Aula 2: ROTEIRIZANDO PROGRAMAS DE AUDITÓRIO

PROGRAMAS DE AUDITÓRIO:
  • os modelos de programas de auditório / variedades
  • a estrutura de um roteiro de programa de auditório
  • sensacionalismo, prestação de serviços ou assistencialismo?
  • jornalismo: a arma nos shows dos programas de auditório
ROTEIRIZANDO HISTÓRIAS REAIS PARA OS PROGRAMAS DE AUDITÓRIO:
  • temos uma pauta! E agora?
  • fazendo o espelho da externa
  • roteirizando histórias reais
  • definindo o começo, o meio e o fim do roteiro
  • quando começar pelo fim?
  • deixando o roteiro mais artístico e menos jornalístico
TÉCNICAS PARA ENRIQUECER O SEU ROTEIRO:
  • escalada, dramatizações, cliffhanger, cold open, coming up ou DAP, DEPs, offs, quiz, videografismo, imagens de internet, pegadinhas, matérias jornalísticas, quadros, gincanas.
O ROTEIRO NA GRAVAÇÃO EM ESTÚDIO DOS PROGRAMAS DE AUDITÓRIO:
  • preparando o espelho
  • roteirizando as ações do palco
  • teleprompter
  • dálias
  • fichas para o apresentador
  • Cuidados ao roteirizar vida e obra de artistas
ENRIQUECENDO O SEU ROTEIRO NO ESTÚDIO:
  • escalada, tarjas, crawl, coming up ou DAP, interatividade com redes sociais e quadros.

Aula 3: GAME-SHOW E TALK SHOW

GAME-SHOW
  • A origem dos game-shows
  • Diferença entre os game-shows norte-americanos e os brasileiros
  • O sucesso dos game-shows
  • Consumindo game-show em outros gêneros da TV
  • As subcategorias de game-show
  • a estrutura de um roteiro de game-show:
  • A equação: tempo vs desafio
  • A interatividade com o público de casa
  • Quando fazer sorteio e quando fazer seleção dos participantes?
  • Cuidado ao definir prêmios:
  • Os Game-shows dentro das pautas nos programas de auditório:
TALK SHOW
  • a diferença entre talk-show e programa de entrevista
  • nossas principais inspirações
  • os modelos de talk-shows
  • estrutura de um roteiro de talk-show
  • como roteirizar um talk-show

Aula 4: REALITY-SHOW / DOCU-REALITY E BRANDED CONTENT

REALITY-SHOW / DOCU-REALITY
  • O gênero Reality-show
  • Origem da televisão de realidade
  • As subcategorias dos reality-shows
  • Por que os reality-shows dão certo?
  • O Voyeurismo nos reality-shows
  • Como roteirizar um reality-show
  • A diferença entre reality-show e docu-reality
  • Como trabalhar com os plots
  • Roteiros na Pós-Produção
  • Realities de confinamento
  • De onde vem a ideia do Big Brother?
  • Os realities polêmicos
  • As votações nos realities
MODELOS DE DOCUMENTÁRIO:
  • modo poético
  • modo expositivo
  • modo participativo
  • Modo observativo
  • modo reflexivo
  • modo performático
COMO ROTEIRIZAR BRANDED CONTENT
  • Branded Content e o posicionamento da imagem da marca
  • Os objetivos do Branded Content
  • Dicas para um Branded Content efetivo
  • O marketing de conteúdo e o foco na experiência do cliente
  • Branded Content X Marketing de Conteúdo

Pessoa física Boleto - Parcela única e 5 dias úteis para vencimento. Cartão de Crédito - À vista ou Parcelado (em até 3x, com parcelas de valor mínimo em R$ 200,00). Alunos, ex-alunos e funcionários da Fundação Cásper Líbero têm 10% desconto, (apenas inscrições via Pessoa Física). Pessoa jurídica No caso de pagamento via Pessoa Jurídica, o próprio responsável financeiro deve conduzir o cadastro, inserindo os dados da empresa, para que a nota fiscal seja emitida via PJ, dentro do prazo legal, ou seja, respeitando o fato o gerador, (efetiva prestação de serviços). Boleto – Parcela única e 5 dias úteis para vencimento. Cartão de Crédito Corporativo - À vista ou Parcelado (em até 3x, com parcelas mínimas de R$ 200,00).

I. A quantidade de vagas disponíveis é controlada de acordo com o número de inscrições pagas. II. A inscrição estará devidamente aceita após a confirmação do pagamento até o início do curso. Para matrícula via boleto bancário o pagamento do boleto deverá ser realizado em até 2 dias úteis antes do início do curso. III. A confirmação de vaga ocorrerá via e-mail a ser enviado pelo Centro de Eventos Cásper Líbero. IV. Caso o participante efetue o pagamento após o preenchimento das vagas, terá o reembolso de 100% do valor pago. IV. O horário do curso deverá ser seguido rigorosamente. O aluno só poderá faltar em 25% das aulas, ou não receberá o certificado. V. O curso poderá ser cancelado pela Instituição por falta de quórum com até 48 horas de antecedência da data prevista para seu início. VI. A Faculdade Cásper Líbero não se responsabiliza por custos extras do aluno, como por exemplo hospedagem, passagem, combustível, estacionamento e alimentação. VII. Os reembolsos seguirão os seguintes procedimentos: - Desistência do aluno, no prazo de 7 dias contados da data de contratação e que não tenha utilizado o serviço: ressarcimento de 100% do valor pago. - Desistência do aluno, antes do início do curso: ressarcimento de 100% do valor pago. - Desistência do aluno, com até 50% de aulas transcorridas: ressarcimento de 50% do valor pago. - Desistência do aluno, após o início do curso e depois de transcorridos mais de 50% das aulas: não haverá ressarcimento do valor pago. - Desistência pela Instituição por falta de quórum na turma: ressarcimento de 100% do valor pago. VIII. Os reembolsos referentes a pagamento via boleto terão o prazo de 15 dias úteis (crédito em conta bancária do contratante, a contar do envio dos dados bancários) para serem realizados. Os reembolsos referentes a pagamento via cartão de crédito terão o prazo de 15 dias úteis para estorno na fatura do cliente. Em ambos os casos, devem ser solicitados pelo e-mail [email protected] com.br

Baixar manual em PDF

Compartilhe